sexta-feira, 13 de junho de 2008

Aspectos Econômicos da África do Sul


A África do Sul tem uma economia de mercado que se baseia nos serviços, na indústria, na exploração mineradora e na agricultura.
As principais riquezas do país encontram-se sobretudo nos recursos minerais, como o carvão, o cobre, o manganês, o ouro, a cromita, o urânio, o ferro e os diamantes. No entanto, a exploração de minérios é liderada pela extracção do ouro.
Ela também possui uma forte base agricola. O clima temperado e a grande superfície de terras férteis permitem grande superfície de culturas e abundantes colheitas. Com o final do regime do Apartheid a classe política emergente falhou em impôr um sistema de reforma agrária de forma a equalizar a posse de terras entre a minoria branca e a maioria negra, mas isso ainda não se veio a verificar.

O elemento-base da subsistência da população é o milho, ali chamado mealie.
Os principais parceiros comerciais da África do Sul são os EUA, a Itália, o Japão, a Alemanha, Holanda, Brasil e o Reino Unido.
A África do Sul apresenta o safári pela savana africana como um dos seus principais destinos, mas outros atrativos como parques nacionais, turismo de negócios e veraneio no litoral (ex. Cidade do Cabo, Durban, Port Elizabeth, entre outros), complementam a oferta de destinos do setor turístico.

Um comentário:

nathalia disse...

Nossa gostei muito não por que eu queria menor,não dou conta de decorar isso tuduuuuuuu....!!??!!bjs!!!!



Valeuuuuuu